Buscar notícias | Encontros | Horóscopo | Empregos

 

Notícias Cultura Esportes Entretenimento Ciências Tecnologia São Paulo Rio de Janeiro

 

O Melhor Lance | Construção Civil | Ambiente Solidário

  Notícias

  Eleições 2014

  Mundo

  Brasil

  São Paulo

  Rio de Janeiro

  Minas Gerais

  Política

  Economia

  Negócios

  Turismo

  Música

  Carros

  Tecnologia

  Ciências

  Informática

  Entretenimento

  Curiosidades

  Saúde

  Cinema

  Cultura & Arte

  Educação

 

  Esportes

  Futebol

  Formula 1

  Atletismo

  Tempo

 

  Terceiro Setor

  Você Aqui

 

  Enquete

 

A vitoria da atual presidente Dilma foi legítima?

  Sim
  Não
 
Resultado
Sim-27%
Não-73%
 
Mais lidas
 
/Educação/Goiano ganha bolsa de mestrado   

Goiano ganha bolsa de mestrado em 5 universidades dos Estados Unidos

Luis Fernando Apolinário, de 23 anos, realiza o sonho de estudar no exterior.Jovem dá dicas para estudantes que desejam se especializar fora do país.

 

Luis Fernando começou a se preparar para bolsa no primeiro período da faculdade (Foto: Arquivo pessoal / Luis Fernando Apolinário)

Luis Fernado, de 23 anos, vai estudar nos EUA (Foto: Arquivo pessoal / Luis Fernando Apolinário)

Depois de um rigoroso processo de seleção, o advogado Luis Fernando Apolinário, de 23 anos, ganhou bolsa integral de mestrado em cinco universidades dos Estados unidos. Ele escolheu estudar na Loyola University New Orleans e embarca, nesta sexta-feira (7), para a cidade de News Orleans, no estado de Louisiana.

"Estudar nos Estados Unidos era um sonho antigo, que se desenvolveu ao longo dos anos, na medida em que eu me tornava mais próximo da língua inglesa. Ao entrar na faculdade, me apaixonei pela docência e pela pesquisa. E os Estados Unidos são um grande incentivador da pesquisa acadêmica", disse o jovem .

Luis Fernando, que é formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás, escolheu a Loyola University New Orleans por trabalhar com dois sistemas jurídicos, um similar ao brasileiro e outro norte-americano. Ele ainda foi selecionado pela Vermont Law School, Hofstra University, University of Saint Thomas e Lousiana State University.

O bolsista conta que admira a cultura americana e que lá as instituições de ensino trabalham tanto o conhecimento teórico quanto o prático. "Vejo no estudo comparado dos sistemas legais e das legislações entre Brasil e Estados Unidos uma grande oportunidade para aumentar a qualidade do conhecimento jurídico no Brasil", relata.

Ele afirma que a Justiça brasileira é lenta e desanimadora. "É uma oportunidade de buscar ferramentas para conhecer uma legislação mais eficaz. A lentidão da Justiça no Brasil é um fato que, além de gerar consequências desastrosas para um Estado Democrático de  Direito, me deixou bastante frustrado como advogado", explica.

Processo seletivo
Luis Fernando revela que as universidades americanas, em geral, têm um processo de admissão para alunos internacionais com poucas variações de uma instituição para outra."As instituições avaliam o potencial acadêmico e pessoal do candidato, que é feita por um comitê formado pelos professores e diretores da instituição", conta o jovem.

Comecei minha preparação no 1º período da faculdade"
Luis Fernando

 advogado explica que é um processo "demorado e burocrático", por isso, é preciso ter perseverança. "Tente estabelecer um bom contato com os coordenadores de admissão das universidades que deseja a bolsa, eles podem te ajudar muito durante o processo", afirma.

Dicas
Para Luis Fernando, quem deseja uma bolsa de estudo no exterior precisa se preocupar com a trajetória acadêmica. "Comecei a minha preparação para pleitear uma bolsa de estudo no 1º período da faculdade. As universidades americanas valorizam muito a média geral de notas durante a graduação".

O advogado ressalta que as cartas de recomendação durante a graduação ajudam a manter uma relação próxima com os futuros professores. "Eles têm argumentos para fazer uma avaliação bem consistente sobre a sua conduta como aluno e as características pessoais que demonstra no ambiente acadêmico", explica.

Luis Fernando revela que as universidades querem que o candidato seja dedicado, tenha fluência no idioma inglês, habilidade de se relacionar e de liderança. Mostrar interesse pelo local da instituição também é importante: "Pesquise um pouco sobre as instituições as quais você deseja se inscrever".

G1.


Publicado em: 07-08-2015 - 14:47 - 681





 
Câmara de Vereadores de Olinda é a mais antiga em funcionamento no Brasil (Foto: Reprodução / TV Globo)  Confira dicas sobre os teóricos do iluminismo no Projeto Educação

 

 

Candidatos realizam prova da segunda fase do vestibular da Unicamp, em Campinas (Foto: Fernando Pacífico / G1 Campinas)  A 3 meses do Enem, alunos devem se avaliar e equilibrar estudo e diversão

 

Equipe brasileira que participou da competição na Bulgária (Foto: Divulgação/ OBM )  Brasil conquista 24 medalhas em mundial de matemática na Bulgária.

 
             

 

Cesar Augusto mora na favela Parque da Cidade, na Zona Sul do Rio (Foto: Publius Vergilius/G1)  Com aluguel alto no Rio, estrangeiros doutorandos se mudam para favelas

 

Ministro da Educação Henrique Pain fala durante SBPC no Acre (Foto: Rayssa Natani/ G1)  Universidades precisam crescer na produção científica, diz ministro no AC

 

Liam Blair fez faculdade em segredo por quatro anos e só contou a verdade à mãe no dia formatura (Foto: Reprodução/YouTube/Liam Blair)  Escocês faz faculdade em segredo, e mãe dele só descobre na formatura

 
             

 

Professor na China enfrenta rio para ajudar alunos na travessia e levá-las à escola  (Foto: Imaginechina)  Professor enfrenta correnteza para levar crianças à escola na China

 

Estudantes que vão representar o Brasil na IMO deste ano (Foto: OBM/ Divulgação)  Alunos brasileiros disputam olimpíada de matemática na África do Sul

 

Alunos receberam certificados (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos)  Estudantes de Campos, no Norte do Rio, recebem certificados da Nasa

 
             

 

Alunos amontoam cadeiras e carteiras nos corredores da faculdade de História e Geografia da USP nesta quarta-feira (28), em apoio a greve de funcionários e professores da instituição (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Estadão Conteúdo)  Greve na USP tem adesão parcial

 

Professores, funcionários e alunos da USP entram em greve  contra o congelamento de salários das categorias.  (Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo)  Professores e funcionários da USP entram em greve

 

Dilma em reunião com reitores de universidades federais no Palácio do Planalto (Foto: Roberto Stuckert Filho / PR)  Reitores propõem a Dilma plano de expansão de universidades federais

 
Compartilhar:

 
Nome:
E-mail:
Texto:

Desejo receber informativos? Não Sim

   

Acesso rápido
Home | Bate-papo | Encontros | Horóscopo | Empregos

© Copyright 2011 - BuscarNews.com.br - Todos os direitos reservados

O Melhor Lance | Construção Cívil | Ambiente Solidário